Sábado, 30 de Setembro de 2006

A aparência geral dum pequinês


O pequinês é um cão acondroplásico e braquicéfalo. Ao olhar um pequinês
adulto lateralmente deve-se ter a impressão geral de um "caixote"; pescoço
curto, cauda com pêlo longo e cheio, muitas vezes chegando até a cabeça,
pernas bem curtas, num corpo curto e largo, e nenhum sinal da face, que deve
ser completamente chata. Ao se olhar de frente deve-se notar uma "juba"
profusa, com orelhas que emolduram a face, mais larga que alta. De trás
nota-se um posterior estreito em relação a frente. A aparência geral é
leonina, de um cão de grande dignidade e qualidade.

 

Para quem tem o entusiasmo necessário para cuidar de um Pequinês a recompensa será um animal incomum e inteligente.

O pequinês é por excelência um cão de companhia. Gentil e leal ao dono, é cão de um único dono. Ele decide de quem gosta mais.É  interactivo e brincalhão .Tem um elevado sentido de independência ,pelo que tolera bem ficar só, portanto não se stressa, latindo  horas, ou roendo móveis,  entretendo-se fácilmente com qualquer chia apropriado ou até um simples rolinho de cartão. É higiênico, tanto que, com muita facilidade aprende a usar o jornal para suas necessidades.É ciumento e podem ser teimosos, não é do tipo de cão  que atende sempre que o dono chama. Ele decide quando vem. Mas não chega a ser agressivo aliás não gosta de agressividade nem de gritos. Seu temperamento é calmo e reservado (não ao bulício).É corajoso e combativo, pelo que dificilmente se acanha diante de outro cão maior,  por isso, é conveniente socializá-lo desde filhote para que possa conviver bem com outros animais.São territoriais e como tal excelentes cães de alarme. Com os desconhecidos, podem demonstrar uma indiferença profunda e muitas vezes ignoram as pessoas que não fazem parte de seu quotidiano. Só latem quando algo anormal acontece, portanto é um cão silencioso.É bastante curioso pelo que assume com facilidade a rotina da casa

Classificação

Grupo 9 - Cães de Companhia         

 Secção  
 
1   . Bichons e raças semelhantes

              1.1. Bichons
              1.2. Coton de Tuléar
              1.3. Petit Chien Lion 
  Secção 2    .Caniche
  Secção 3    .Cães Belgas de tamanho pequeno
              3.1 .Griffons
              3.2 .Petit Brabançon
  Secção 4    .Cães nús
  Secção 5    .Cães do Tibete
  Secção 6    .Chihuahua
  Secção 7    .Spaniels ingleses de companhia
  Secção 8    .Epagneul Japonês e Pequinês
  Secção 9    .Epagneul Anão Continental
  Secção 10  .Kromfohrländer
  Secção 11  .Molossóides de tamanho pequeno

História

Durante a Segunda Guerra do Ópio, em 1860, a Cidade Proibida foi invadida pelas tropas inglesas. O imperador Xianfeng fugiu com toda a sua corte. Todavia, uma tia idosa do imperador ficou para trás e, quando os ‘diabos estrangeiros’ entraram, ela suicidou-se. Junto do corpo, os soldados encontraram cinco pequineses que pranteavam sua morte.

Os animais foram recolhidos pelos ingleses . Lord John Hay levou um casal, posteriormente chamados de ‘Schloff’ e ‘Hytien’ e os deu à sua mãe, a duquesa de Wellington, esposa de Henry Wellesley, 3° duque de Wellington. Sir George Fitzroy levou outro casal, e os deu para seus primos, o duque e a duquesa de Richmond e Gordon; este dois, que receberam o prefixo de Goodwood, são os fundadores da linhagem inglesa. O tenente Dunne presenteou o quinto pequinês (femea) para a rainha Vitória do Reino Unido, que o denominou Looty.

O ápice do pequinês como queridinho dos palácios imperiais chineses ocorreu durante o reinado da Última Imperatriz (Tzu Hsi), que ascendeu ao poder em 1861. Para obter prestígio, ela se fez cercar dos diminutos "cães-leões", insistindo para que sua semelhança com o leão fosse tão próxima quanto possível. Após a morte dela em 1908, os serviçais da corte mataram a maior parte dos animais para que eles não caíssem em mãos indignas. Os poucos que escaparam desapareceram em residências particulares sem deixar vestígios; não fosse a raça estar firmemente estabelecida no Ocidente, teria muito provavelmente sido extinta nesta ocasião.

 

O primeiro exemplar de Pequinês a apresentar-se numa exposição foi em Chester, 1894. O ano de 1898 foi importante para a raça, pois foi quando se redigiu o primeiro padrão do Pequinês.

 curiosidade histórica:_

Apenas dois cães sobreviveram ao naufrágio do Titanic; um deles era um pequinês!

 A Pelagem

pelagem:_ dupla(constituída por 2 tipos de pêlo)   um pêlo longo,grosso e liso(pêlo externo) que é um pouco rústico e por  subpêlo que é espesso e denso  tipo lã.

Um pequinês tosquiado ou com o pelo mais curto, não estará devidamente protegido dos raios de Sol, podendo apanhar possiveis queimaduras ou mesmo alergias devido a securas de pele.Um outro factor que desaconselha a tosquia é a falta de estética, visto tirar toda a beleza natural ao cão que fica sem qualquer pelagem e sem seu aspecto típico. 
Por opinião de alguns criadores a tosquia apenas se efectua nas cadelas mas apenas por baixo e nas partes traseiras,( junto aos peitos e nos calções ou saiote), a fim de facilitar o trabalho de parto e descobrir os peitos para facilitar o mamar dos cachorros. Após o desmame, visto as cadelas perderem muito pelo com a criação, há criadores que fazem um corte ligeiro na pelagem a fim de a fortalecer.

A pelagem está sempre em crescimento, uma mais fina e fofa semelhante a flocos de algodão,(pêlo cerdoso tipo pêlo de ovelha) cresce até aos 5 ou 6 meses,  altura em que se  começa a revelar a pelagem de adulto. Esta situação  pode prolongar-se até aos 10 meses de idade. É aconselhável o cardar da pelagem, se necessário, aos 7 meses. A pelagem adulta que agora se começa a revelar  é constituída  de pêlo é liso cerdoso e muito longo(superficial)  envidencia-se sobretudo no capote (capa) que irá cobrir os ombros e o corpo e formar a juba. A pelagem estará "composta",  quando chegar ao chão cobrindo as patas. A idade aproximada para que  isto se verifique varia de exemplar para exemplar, mas geralmente aos 16 ou 18 meses a pelagem está devidamente apresentável e composta. Se bem que dependendo um pouco do exemplar e da sua qualidade esta fase de transição é algo que se vai manter pelo menos até aos 16 meses e por vezes até mais tarde. 
Resumidamente, aos 6 meses a pelagem tipo algodão muito fininho, a dita lã, tem tendência a cair  e os  tais pêlos  lisos, fortes,compridos revelam-se. Nas fémeas o pêlo é ligeiramente mais curto.
A pelagem tambem costuma alterar  complectamente a côr durante o crescimento do cachorro. Pode passar de vermelho rapozino para  dourado champanhe.  Estas mudanças dão-se num espaço de tempo alargado, mas é normal que aconteçam. As únicas côres que não sofrem qualquer tipo de alteração de coloração, são os exemlares de cor branca e por vezes os exemplares de cor negra.
Há ainda que considerar que esta raça faz muda de pêlo, uma a duas vezes por ano. 
Na verdade há troca de sub-pêlo em períodos determinados que são aquele antecede o cio das fêmeas e a primavera/verão nos machos. A queda de pêlo constituí um curto período (em regra)  2 a 4 semanas. Uma rotina de escovação neste prazo e um banho ao final ajudam na remoção de pêlos mortos.Manter a pelagem do pequinês saudável e apresentável exige que ela seja escovada pelo menos uma vez ao dia embora alguns criadores admitam que isso possa ser feito apenas três vezes por semana. 

Banhos

Os banhos nesta raça são na generalidade os banhos secos. No entanto há sempre aquela altura em que o banho é inevitável, sendo a banheira a única escolha. É o caso de uma diarreia, após trabalho de parto de uma cachorra, ou quando vão à rua e apanham muita humidade no pelo. Nessas alturas um bom banho é sempre uma óptima alternativa. 
Se dermos  banho com mais regularidade a  diferença é que a pelagem fica mais pesada, sem volume e o pêlo quebradiça. Banhos muito regulares fazem com que os exemplares comecem a ganhar mais facilmente o cheiro a cão. Escovagem em simultâneo com banho seco substituiem o banho "molhado"  Não é obrigatorio o dar-se banho a esta raça, conforme conselho  de vários criadores . Um exemplar pode passar toda a vida sem nunca levar banho ( com agua e sabão ). Para o pequinés de companhia um banho mensal é suficiente sobretudo se se passar um pano molhado nos genitais, nas patas e se se fizer a limpeza regular da ruga

Escovagens

É importante lembrar que o pequinês não necessita escovação diária (não ficará cheio de nós se ficar uma semana sem ser escovado). Na escovação é importante abrir os pêlos, arejar a pele e deixá-los soltos para que não formem nós. Os nós formam-se por causa do pêlo morto que fica na pelagem  Aparecem principalmente na parte de trás da orelha, na saia e na parte inferior do cão (peito, barriga, axilas e parte interna das coxas). Antes de desmanchar os nós e antes da escovação,  borrifa-se com uma solução de água com creme, mas não muito para que o pêlo não fique oleoso, apenas o suficiente para humedecê-lo e nas (proporção de 1ml de creme para 50ml de água / utilizando cremes para tratamento ou condicionadores para cabelos. Para desmanchar os ditos nós com a menor perda de pêlo, deve-se afrouxá-los com os dedos, abri-los com delicadeza e finalmente ajudar com um pente metálico e com uma escova de pinos, sem bolinhas nas pontas.  A escovação geral do corpo é feita com a escova e a solução,borrifando o dorso, as franjas laterais, as pernas, a saia e a juba no sentido contrário do crescimento do pêlo e depois a favor, procurando aprofundar a escova até a pele. Antes de escovar a pelagem superior escova-se a inferior (Subpêlo). Com o pente, penteia-se os brincos e os pêlos da cabeça sómente a favor do crescimento do pêlo. Esta escovação deve ser repetida semanalmente e deve ser feita com delicadeza, sem arrancar pêlos, sómente retirando o pêlo solto. Pode usar-se o secador no modo frio quando o cão está com calor, apenas para arejar o pêlo. Alguns criadores utilizam talco em todo o pêlo, outros apenas na barriga. Nunca se utiliza o talco junto com a solução e  retira-se sempre o excesso. Os nós nas orelhas são também causados devido à coceira no ouvido, por isso é importante mantê-lo sempre em boas condições. Quando os nós não são desfeitos, com o tempo a pele do cão torna-se avermelhada e com sinais de irritações.

Ainda as escovagens ( um artigo encontrado  na ARCA de NOÈ) a complementar o já dito

Em relação a pulverizar, (o pelo não se deve escovar em seco), ou antes, convem sempre aplicar algo préviamente para que fique mais suave para que o mesmo não se parta com facilidade. Há quem use a agua de rosas, há quem faça um preparado com uma mistura de água com óleos e outras vitaminas... vai muito do gosto individual da pessoa e do resultado no pelo . Alguns cães não requerem tantos productos pois teêm o pelo mais pesado, outros pedem mais oleosidade na pelagem pois a mesma é muito seca. Soube de uma brazileira que usava uma mistura à base de pera de abacate com outras coisas à mistura, fazia uma papa cremosa com a devida receita e depois colocava o mesmo producto na pelagem de alguns cachorros para evitar a pelagem quebrada ou seca. Depois da aplicação obviamente dava um banho nos mesmos e ela dizia que os resultados eram perfeitos. Eu pessoalmente uso uma mistura de uns oleos tipo de bebé, umas vitaminas, agua, misturo bem, borrifo a pelagem dos que têm o pelo muito seco, depois de ficarem uma meia hora com essa mistura não lhes dou escova, meto-os no banho para tirar o exceço e só depois de lavados, faço o enxugar, e então dou lhes com o secador e escova ao mesmo tempo. Nunca dou escova em seco, em último caso nos de pelagem mais oleosa o melhor mesmo é o pó talco. Não costumo usar colonias, só mesmo nas cadelas com Cio e é muito raro. Não coloco nunca perto da cabeça, só memso nas partes traseiras. Alguns são tão sensíveis a esses cheiros mais fortes que se babam todos. Pessoalmente prefiro não usar mesmo.

Cumprimentos
Miguel

publicado por pfmc às 18:41
link do post | comentar | adicionar aos favoritos
|
14 comentários:
De ilda a 30 de Dezembro de 2008 às 16:02
Olá

Perdi o meu pequi há algum tempo.

Procuro alguém que queira dar/vender a quem o trate como um membro da família. Conhecem alguém?

Obrigado



De pfmc a 6 de Janeiro de 2009 às 15:38
obrigado pelo comentario


De ilda a 6 de Janeiro de 2009 às 17:09
Olá

conhece alguém que tenha um peke para dar?


De pfmc a 12 de Fevereiro de 2009 às 22:25
nao uniao zoofila concerteza encontras um para adoptares


De amanda cristina a 6 de Dezembro de 2012 às 12:38
eu tenho 6 cachorros piquines para vender moro em ivaipora cada um custa 100 reais


De Hatake (Yago Moussallem) a 16 de Janeiro de 2009 às 20:48
Tenho um cachorro q todos dizem ser pequenes ....mas ele nao se parece nada com os das fotos....
que raça sera ele?
vlw.


De pfmc a 12 de Fevereiro de 2009 às 22:21
podes mandar uma foto do teu pequenes mesmo que nao se identifica a raça ficamos a conhece-lo


De thayse a 20 de Setembro de 2009 às 20:22
Oi tenho um pequines branco ele tem so 4 meses mas depois q levei ele pra tomar banho notei q ele esta meio sem pelo agora...vc sabe o q posso fazer para q ele tenha pelos grandes e bonitos como os da foto do blog? Tem foto do meu pequines no orkut se vc quiser me add pra ver...abraços


De cristiana a 30 de Janeiro de 2010 às 16:10
olá a pouco tempo comprei uma cadelinha que me disseram ser pequenês, mas eu nao tenho a certeza pois o pelo dela nao esta como os que vejo na foto.


De Patrícia Formento a 20 de Abril de 2010 às 15:28
Olá comprei uma pequines linda
mas não tem cara nem pelo de pequines mas me venderam como pura e pedigree..

existe outros tipos será?


De maria a 21 de Maio de 2012 às 16:38
ola digame uma coisa se eu comprar um pequinês bebè vai ficar assim como esse?


De maria a 21 de Maio de 2012 às 16:39
ola digame uma coisa se eu comprar um pequinês bebè vai ficar assim como esse?


De Patríciam Brambilla M. Carvalho a 7 de Julho de 2012 às 03:14
Parabéns pelo Blog!!!
Sou criadora de pequinês a 15 anos. Colocamos nossos exemplares em exposição também...
Achei muito legal o blog porque você está divulgando o verdadeiro pequinês, o que infelizmente no Brasil está em falta, pois há muitos mestiços à venda e o pessoal não se conscientiza e continuam reproduzindo esses cães e destruindo a raça e suas verdadeiras características físicas e temperamentais.
Alias as fotos dos pequineses são maravilhosas!!! Lindissimos.
Inclusive se souber me indicar um criador que tenha à venda brancos como os das fotos, por favor me indique.
E conte comigo para divulgar o Blog.
www.canilsolar.com.br


De sandrabessa@hotmail.com a 19 de Junho de 2013 às 18:48
tenho um pequinês de 2 meses e ele esta espirrando e soltando secreção pelo nariz, esta sempre molhado escorrendo um liquido transparente! É normal???? por favor me ajudem


Comentar post

.mais sobre mim

.posts recentes

. Omeu visual neste verão

. o kingkong actualmente

. ...

. Amigos na exposição de Li...

. Exposição canina em Lisbo...

. reserva de cac e cacib

. feliz 2006

. pequigense

. Na onda

. Pekes amorosos

. gif´s

. PEQUINÊS_Tempo de exercí...

. A aparência geral dum peq...

. Diferentes etapas na vida...

. A face dos Pekes

. A panorâmica actual da r...

. ...

. Pekes aos "montes"

. LOP

. Os " brincos "

. Dum pequinês espera-se so...

.favorito

. PEQUINÊS_Tempo de exercí...

.links

.participar

. participe neste blog

.Pequinois/lista de criadores

Padrão da raça

lista conhecida de criadores Portugueses... lista de criadores

.Lista de...


"blogueiroLeitão"
snooker
clikar para entrar
"ervasaromáticas"
ervas
clikar para entrar
"Poemas"
poemas
clikar para entrar
"Sintonia"
snooker
clikar para entrar
"Porém...Acantece"
poemas
clikar para entrar
"I.S.A."
instituição solidária com os animais
clikar para entrar
"Snooker"
snooker
clikar para jogar

.pesquiza



http://cães paraAdoptar

Priôlo 

 Adopção de animais

Priôlo

119 119 119 119 119

blogs SAPO

.subscrever feeds